História do Tuning

  


A arte de alterar automóveis é já bastante antiga, a sua origem mistura-se com a origem dos automóveis. Foi na década de 1910, praticamente quando se deu o grande aumento do número de automóveis e a sua produção em série, que as primeiras pessoas começaram a alterar os motores dos famosos Ford Modelo T para obter mais potência. Sempre houve e haverá assim, pessoas que não estão contentes com o desempenho e aspecto do seu automóvel. Depois da Segunda Guerra Mundial este movimento intensificou-se nos Estados Unidos e na Europa e surgiram as primeiras empresas dedicadas à preparação e personalização de carros e motores. Um movimento que teve grande notoriedade foi o hot rodding. Surgiu na década de 1940, no final da guerra. Os jovens militares Americanos que regressavam ao país com algum dinheiro, e gozavam de alguma liberdade, tinham disponíveis carros da década anterior a um preço bastante acessível. A indústria automóvel americana tinha estado dedicada a fornecer o exercito durante alguns anos e não tinha evoluído. Assim esses jovens, inicialmente na Califórnia, começaram a modificar os carros, introduzindo elementos que ainda hoje os caracterizam os hot-rods como o menor peso, maior potência, tejadilhos rebaixados, pneus largos, etc. O nome Hot-rods provém da combinação de Roadster (rod) e Hot que significa quente. Anos mais tarde deu-se mais relevância ao aspecto e construíram-se alguns carros verdadeiramente virados para o show-off.

 

Com o tempo algumas empresas foram criadas especificamente para a preparação de carros, nos EUA e Europa, algumas delas criando nomes que ainda hoje são bastante conhecidos. Em meados da década de 80, e com o sucesso do campeonato alemão de Turismos (DTM) onde viaturas de produção competiam dando muito espectáculo, contribuiu de forma decisiva para o desenvolvimento do tuning no continente Europeu. Os vários troféus monomarcas e campeonatos criados nos vários países contribuíram também para o desenvolvimento do tuning. Os adeptos de automóveis procuravam peças e componentes usados em competição e que dessem um aspecto parecido esteticamente ao do seu carro preferido de competição, pois algures haveria um BMW, um Mercedes, um Alfa Romeo, um Renault a competir que inspirava os utilizadores dos automóveis normais. 
Cada país ou continente desenvolveu um estilo próprio e sub-culturas que se movem em torno de automóveis modificados. O mercado do tuning é hoje em dia um sector que movimenta muito dinheiro. O sucesso dos filmes da saga "Velocidade Furiosa" e "Velocidade mais Furiosa" entre outros contribui também para a divulgação do tuning a um publico onde não chegava antes.

Em portugal a arte de personalizar automóveis ou mais designado e conhecido por "Tuning", tem vindo a aumentar de uma forma estrondosa, embora ainda com muitas penalizações.

Significado do Tuning
Tuning em inglês significa algo como "ajuste fino" ou "especialização". Tuning é então a arte de ajustar ou personalizar veículos de modo a torná-los mais seguros, bonitos ou com a cara do dono. 
Tuning em Portugal nunca foi tão difundido como nos dias de hoje. Antes considerado como atividade de excêntricos ou "playboys", agora o tuning é uma mania que cada vez mais toma conta de Portugal. 
Encontrar equipamentos para tuning era uma actividade demorada, e muitas vezes frustrante (porque a oferta de acessórios para tuning era diminuta). Agora, encontrar desde o mais simples adesivo até peças de motor inteiras cromadas é muito fácil, sendo possível comprar peças para tuning sem sair de casa!

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Canal Youtube

PUBLICIDADE

ONLINE

Temos 46 visitantes e Nenhum membro online